logo
TOPO


Parque Maeda x Inverno – Uma combinação perfeita!

Parque Maeda x Inverno – Uma combinação perfeita!

Parque Maeda x Inverno – Uma combinação perfeita! - Por Pedro Medeiros
Mesmo em plena época de frio, muita ação e variedade de espécies.

Fala pessoal, após mais de um ano, retornei ao Parque Maeda, o maior pesqueiro do Brasil, localizado em Itu/SP. Eu e o amigo Paulo saímos de Londrina/PR e percorremos 470km até o local, e iniciamos o primeiro dia no famoso e gigantesco ''Tancão'', atrás das carpas-cabeçudas.
O lago possui pontes para melhor acesso para os pescadores nas margens opostas e é o maior tanque de pesqueiro do Brasil.
Bóias na água e logo na primeira ação uma raríssima cabeçuda albina nos deu boas vindas. Pescamos até a hora do almoço e capturamos cerca de quinze carpas e para encerrar a pescaria no tancão, Paulo fisgou mais uma carpa albina, muita sorte!
Na parte da tarde dediquei na pesca dos tambacus com bóia cevadeira e fui recompensado com alguns peixes, destaque para um gigante tambacu que brigou demais! ''Panela'' do Maeda.
No final do dia partimos para o tanque 7, para pescar também na modalidade Ultra Light de fundo e foram muitos peixes de variadas espécies como Tambacu, Pacu, Catfish, Tilápia, Carpa, Piau e Curimbatá.
Fisguei um peixe no equipamento Ultra Light que tomou toda a linha do molinete até acabar, fui dormir pensando em que ''monstro'' seria esse.
No segundo dia também pescamos no Tanque 7 e iniciamos o dia com muitas ações no equipamento Ultra Light. Nessa modalidade qualquer peixe é garantia de emoção! Quem deu mais trabalho foi uma grande Carpa Húngara.
Recolhendo minha bóia percebo que tinha uma linha vindo junto, o Paulo pega a linha e sente que tem um peixe na ponta. Lembra daquele peixe que perdi na noite anterior? Então, era ele, ainda fisgado quinze horas depois! Rapidamente egamos um molinete e unimos as linhas com um micro girador para ter um equipamento para brigar com o peixe.
O gigante ainda tinha fôlego para brigar e após algum tempo percebemos que se tratava de uma gigantesca carpa cabeçuda. Uma das maiores que já fisguei! Realizado com esse troféu, ainda capturei algumas carpas até o fim do dia.
Descansamos e mudamos o foco para a pesca noturna. Nosso objetivo seria os grandes pintados no equipamento Ultra Light, usando massa carnívora e salsicha de isca.
O importante é soltar a isca bem próxima a margem, em pontos com pouca movimentação de pescadores. Os pintados demoravam muito para sair da água, briga feia no equipamento leve. Foram várias capturas!
Ainda pescamos mais um dia com muitas espécies e ação o dia todo! Em pleno inverno, com temperaturas baixas, mais uma grande pescaria no excepcional Parque Maeda.
Fica aqui meu agradecimento ao parceiro Paulo, ao proprietário Fernando e toda equipe do Parque Maeda pela excelência no serviço e atendimento prestados.
Equipamentos:
Ultralight:
Varas de Ultralight de 2,20m com molinetes micro e linha monofilamento 0,23mm, montados de fundo, somente com o anzol direto na linha.
Iscas: Massas Paturi Carnívora e salsicha para os pintados.
Para as carpas-cabeçudas:
- Varas de 2,40m e 2,70m 15-30 lb com molinetes tamanho 4000 e linha monofilamento 0,37mm e 0,40mm.
Isca: Massas Paturi de diversos sabores
Parque Maeda:
Rodovia SP 75 Km 18
(11) 2118-6200 / (11) 2118-6262
Massas Paturi:
(11) 99556-9516 e (17) 3229-7526
Pedro Medeiros
www.historiadepescador.com

 

Voltar


Fotos


Topo